domingo, 24 de abril de 2011

Irreversível


Póvoa de Varzim, 2011 © Adelina Silva


Não medir a altura do sonho.
Não medir a distância de um sorriso.
Quando a espuma das ondas chega à areia
qualquer coisa de irreversível acontece.

Ana Hatherly

4 comentários:

Arnaldo Macedo disse...

“Desconfio que se disser mar em voz alta, o mar entra pela janela”...
( Al Berto)
Não entra o Mar pela minha janela, mas sim estas harmoniosas fotos tiradas por uma pessoa extraordinária que lhe deram de nome Adelina...
Boa Páscoa.

mfc disse...

... e tu captaste esse momento!

Remus disse...

Toca a sair da frente, que ela vem mesmo aí.
:-)
Belo momento.

Faz-me lembrar os tempos de praia, em que por vezes tínhamos de mudar a tralha toda, porque a maré estava a subir.

lifeontheviewfinder disse...

Bela foto, e o titulo faz o resto. Parabéns.