terça-feira, 27 de agosto de 2013

Não são apenas os relógios

Porto, 2009 © Adelina Silva


Também se pode
regressar sem partir. Não são apenas
os relógios que se atrasam, às vezes
é o próprio tempo. E todos
os cuidados são
então necessários. Há sempre
um comboio que rola
a nosso lado sem luzes
e sem freios. E pode
faltar-nos o estribo ou já
não haver lugar
na carruagem da frente.
Albano Martins, in "Escrito a Vermelho"

2 comentários:

Remus disse...

Porto?
Não faço a mais mínima ideia onde é isto? Nem nunca vi esta escultura.
Vou ter que andar mais atento.
:-P

Um dos homens já esticou o braço. Agora está à espera que o outro estique o dele.
:-)

O enquadramento, com a inclusão dos "dois momentos", foi muito bem pensado.

cottidianus disse...

Excelente imagem. Um enquadramento muito bom. Gosto do texto.