sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Quem semeia pedras...

Bombarral, 2010 © Adelina Silva


"O maior solitário é o que tem medo de amar, o que tem medo de ferir e ferir-se, o ser casto da mulher, do amigo, do povo, do mundo. Esse queima como uma lâmpada triste, cujo reflexo entristece também tudo em torno. Ele é a angústia do mundo que o reflete. Ele é o que se recusa às verdadeiras fontes de emoção, as que são o património de todos, e, encerrado em seu duro privilégio, semeia pedras do alto de sua fria e desolada torre."


Vinicius de Moraes

4 comentários:

Remus disse...

Mas estas pedras são quase preciosas. Elas possuem umas cores fantásticas.
Deve ser um muro super colorido.

ams disse...

Bom Dia!

Dei-me conta que os comentários colocados neste post, devido a problemas gerados pelo próprio blogger desapareceram deste post.
Gostaria de agradecer a vossa opinião e lamentar o sucedido.

Adelina Silva

mfc disse...

Tive que republicar um post e desapareceram-me os comentários todos desse dia!

Tu vês sempre a beleza para onde apontas a máquina!

Remus disse...

No meu comentário que já tinha escrito, referi que este muro era uma espécie de tesouro, porque possui pedras de várias cores.
Belo achado!