sábado, 23 de julho de 2011

Apenas dois


Póvoa de Varzim, 2010 © Adelina Silva

Dois...
Apenas dois.
Dois seres...
Dois objectos patéticos.
Cursos paralelos
Frente a frente...
...Sempre...
...A se olharem...
Pensar talvez:
Paralelos que se encontram no infinito...
No entanto sós por enquanto.
Eternamente dois apenas.

Pablo Neruda




5 comentários:

Remus disse...

Somente dois e pelos vistos zangados um com o outro.
Adorei a fotografia. As linhas verticais deram um maior impacto visual à fotografia.
Parabéns.

Fábio Martins disse...

Gosto muito da fotografia! Bem enquadrada

mfc disse...

E não são precisos mais...
Uma foto linda com uma tonalidade quente.

João Farinha disse...

Excelente o grafismo conseguido.

photoattraction disse...

Acho que ainda ninguem falou do principal (para mim...) desta fotografia: o reflexo. Fantástico tal como as cores.