sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Out of the box


Zaragoza, 2011 © Adelina Silva

Este mundo não presta, venha outro.
Já por tempo de mais aqui andamos
A fingir de razões suficientes.
Sejamos cães do cão: sabemos tudo
De morder os mais fracos, se mandamos,
E de lamber as mãos, se dependentes.


José Saramago, in "Os Poemas Possíveis"


7 comentários:

Roberto Machado Alves disse...

Adoro arte nas ruas e praças. Aliás, acho que são os lugares mais apropriados para elas ficarem pois, assim, todos têm acesso. Parabéns pela bela postagem.
Quanto ao José Saramago, é um ícone mundial que dispensa comentários.

Remus disse...

Uma rapariga de força que possui o mundo a seus pés. :-)

Helder Ferreira disse...

Uma mensagem forte e uma imagem igualmente poderosa! Well done! :)

mfc disse...

Empurra-o para bem longe!

Que bela e imaginativa foto!
Beijinhos,

Arnaldo Macedo disse...

“Mas há outro mundo na barriga deste, esperando. Que é um mundo diferente. Diferente e de parto difícil. Não nasce facilmente. Mas com certeza pulsa no mundo em que estamos.”
(Eduardo Galeano)

João Farinha disse...

Não gosto de cut outs, mas este até é suficientemente subtil para não estragar a foto. Excelente composição e um momento bem apanhado.

DAlmeida disse...

Gosto imenso de parte da poesia de Saramago. Um dos meus preferidos é "Espaço Curvo e Finito".
A combinação entre a imagem e o poema está interessante. Há ali uma vibração forte, ao jeito Saramago, como ele gostava de ser e transmitir.
Já reparei que a Adelina também é uma fã de cut-out:-). Só não percebi porque é que o Remus aqui não implica! É mesmo só comigo! Ahahahahahahahahah!