domingo, 21 de junho de 2009

E então...

Ávila, 2009 © Adelina Silva

Tu tens um medo:
Acabar.
Não vês que acabas todo o dia.
Que morres no amor.
Na tristeza.
Na dúvida.
No desejo.
Que te renovas todo o dia.
No amor.
Na tristeza.
Na dúvida.
No desejo.
Que és sempre outro.
Que és sempre o mesmo.
Que morrerás por idades imensas.
Até não teres medo de morrer.

E então serás eterno.

Cecília Meireles

3 comentários:

mfc disse...

Temos que saber conviver com a incerteza. Mas não é fácil.

Joni disse...

Tudo perfeito. beijinho

Remus disse...

Um retrato bem conseguido de um momento de grande compenetração, tal como manda a ocasião.
As tonalidades e o controlo da luminosidade estão muito bem.