sábado, 27 de junho de 2009

Incerteza

Madrid, 2009 © Adelina Silva


É o lado indomável da vida que nos transporta. O não saber bem o que se espera, o não poder saber o que nos espera, a expectativa confundindo o desejo. Esperar que aconteça alguma coisa de qualquer maneira. Ter confiança em reconhecer isso que se procura, quando isso for encontrado. Dar atenção aos acasos que mudam tudo.
Pedro Paixão

9 comentários:

mfc disse...

Gosto de prescrutar os sinais e de os interpretar, o que não quer dizer de modo algum que acerte neles.
Esperar que aconteça alguma coisa?! Todos o esperamos.
... até o personagem central da foto transmite essa ideia.

Remus disse...

Enquadramento cuidado e bem simétrico. Só assimétrico (não com uma conotação negativa, mas positiva) devido ao homem estátua e à grade de esgoto.

Rui Areal disse...

como do caos nasce a ordem (assim dizia Morin no início do seu «método») tb acredito que da incerteza nasce a convicção.
jà agora: quem canta aqui no teu blog?

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá, bela fotografia...gostei do texto...Espectacular....
Beijos

Vitamina Dupla disse...

Gosto da perspectiva da foto e gosto do pormenor do homem estátua.
Acima de tudo não se pode ter medo de viver a vida, pq a vida é bela....
Descobrir este teu cantinho foi um acaso, mas gosto de aqui vir e de por aqui passear :-))
Beijos

Joni disse...

Que bela impressão. Quem espera sempre alcança; dizem.
Estou a descobrir Pedro Paixão e a invulgar qualidade de saber conjugar: imagem, texto e música.beijinho

ams disse...

Quem canta são os Catpower. A música - "Where is my love".

Obrigada a todos pelos seus comentários.

Carlos Pires disse...

Se a incerteza for muito grande não vamos a lado nenhum. Ninguém suporta grandes doses de desconhecido (embora algumas pessoas suportem mais que outras).
Essa é uma das razões que levam algumas pessoas a inventar falsas certezas.

Anónimo disse...

Olá Querida,
Há tempo para tudo...o difícil é conseguir domar a ansiedade para dar tempo ao tempo.....tenho pensado muito nisso e me dou conta o quanto é difícil. Enfim, às vezes com mais às vezes com menos lucidez, estou me adaptando....ou não como diria Caetano:

Oração ao Tempo
Caetano Veloso


És um senhor tão bonito
Quanto a cara do meu filho
Tempo tempo tempo tempo
Vou te fazer um pedido
Tempo tempo tempo tempo...

Compositor de destinos
Tambor de todos os rítmos
Tempo tempo tempo tempo
Entro num acordo contigo
Tempo tempo tempo tempo...

Por seres tão inventivo
E pareceres contínuo
Tempo tempo tempo tempo
És um dos deuses mais lindos
Tempo tempo tempo tempo...

Que sejas ainda mais vivo
No som do meu estribilho
Tempo tempo tempo tempo
Ouve bem o que te digo
Tempo tempo tempo tempo...

Peço-te o prazer legítimo
E o movimento preciso
Tempo tempo tempo tempo
Quando o tempo for propício
Tempo tempo tempo tempo...

De modo que o meu espírito
Ganhe um brilho definido
Tempo tempo tempo tempo
E eu espalhe benefícios
Tempo tempo tempo tempo...

O que usaremos prá isso
Fica guardado em sigilo
Tempo tempo tempo tempo
Apenas contigo e comigo
Tempo tempo tempo tempo...

E quando eu tiver saído
Para fora do teu círculo
Tempo tempo tempo tempo
Não serei nem terás sido
Tempo tempo tempo tempo...

Ainda assim acredito
Ser possível reunirmo-nos
Tempo tempo tempo tempo
Num outro nível de vínculo
Tempo tempo tempo tempo...

Portanto peço-te aquilo
E te ofereço elogios
Tempo tempo tempo tempo
Nas rimas do meu estilo
Tempo tempo tempo tempo...


Um grande beijo
Marzie