domingo, 5 de julho de 2009

Hora Absurda

Salamanca, 2009 © Adelina Silva

(…)
E eu deliro... De repente pauso no que penso... Fito-te
E o teu silêncio é uma cegueira minha... Fito-te e sonho...
Há coisas rubras e cobras no modo como medito-te,
E a tua ideia sabe à lembrança de um sabor de medonho...

Para que não ter por ti desprezo? Porque não perdê-lo?...
Ah, deixa que eu te ignore... O teu silêncio é um leque —
Um leque fechado, um leque que aberto seria tão belo, tão belo,
Mas mais belo é não o abrir, para que a Hora não peque...

Gelaram todas as mãos cruzadas sobre todos os peitos...
Murcharam mais flores do que as que havia no jardim...
O meu amar-te é uma catedral de silêncios eleitos,
E os meus sonhos uma escada sem princípio mas com fim...


Alguém vai entrar pela porta... Sente-se o ar sorrir...

(…)

Fernando Pessoa

8 comentários:

mfc disse...

Todas a s catedraias custaram muitos anos e vidas, mas hoje elas aí estão.
Fazem parte do nosso quotidiano.

Rui Areal disse...

mais uma vez o mesmo pedido: quem canta no teu blog hoje?

ams disse...

Olá Rui!!!!

Pois desta vez são os Noiserv. O tema é "Bullets on Parade". Vale a pena ver o video - http://www.youtube.com/watch?v=dSLilJjikIg - não pela qualidade cinematográfica, mas pela criatividade dos instrumentos utilizados.
One man show!!!

micael disse...

Estupenda composição. A foto foi oportuna: A silhueta de um rosto de mulher; as cores; as formas estratificadas... Excelente!
Merece uma ampliação.
Parabéns Adelina

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá, bela fotografia...Belo texto...Espectacuçar....
Beijos

Remus disse...

Este tipo de fotografias em que vemos duas ou mais realidades, são sempre muito intrigantes e despertam-me muita curiosidade para tentar perceber todos os pormenores.
Esta não foi excepção.
:-)

João André Farinha disse...

Bom pormenor. As cores e os reflexos fazem um conjunto muito interessante. O pormenor do reflexo da pessoa dá um toque especial à foto. Já agora, excelente escolha da música que está agora a tocar no blog. O Ennio Morricone tem inúmeras músicas de grande nível, mas a "Gabriel's Oboe" é a minha preferida.

Clara disse...

Adelina,
estive a ver as fotografias da sua viagem e deu-me uma vontade de conhecer as cidades por onde passou!! Os registos estão mesmo muito bons.

Beijinhos