quarta-feira, 15 de julho de 2009

Schiuuuuu.....

Salamanca, 2009 © Adelina Silva

Dever ser silenciado é bem mais do que deixar de falar, ficar calado. É também aceitar, obedecer. Uma interdição de falar do que não se pode falar e um dever de obedecer, de aceitar. Estranha é a nossa situação. Não só não se consegue falar do que mais importa, como ao falar o humano sofre uma experiência de queda no mundo, em que o espírito sai diminuído. A conversa distrai. Só o silêncio fortalece o espírito, o único milagre.
Pedro Paixão

5 comentários:

mfc disse...

Há silêncios que se compreendem perfeitamente e há os que magoam, porque sobrevalorizam o que não é sobrevalorizável.
Os "placards" de silêncio estão lá porque ninguém interiorizou da sua necessidade.

micael disse...

Silencio...
Estiveste como vigilante na prova de matmática?
Silencio...
As férias estão à porta! Espero que sejam bem passadas.
Um beijo
Micael

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá bela fotografia...Belo silencio...Espectacular....
Beijos

Remus disse...

Prontos!!
Eu não faço mais barulho nem incomodo mais. Até estou a escrever devagarinho para não fazer barulho ao carregar nas teclas do teclado...
:-)

Para mim, a capacidade de fazer silencio é uma grande virtude.

Clara disse...

Esta imagem está simples, mas está sensacional. Parabéns! às vezes, são as pequenas e simples coisas que marcam toda a diferença.


Beijinhos