segunda-feira, 30 de março de 2009

Faça-se Luz

Sevilla, 2009 © Adelina Silva

Faz-se luz pelo processo
de eliminação de sombras
Ora as sombras existem
as sombras têm exaustiva vida própria
não dum e doutro lado da luz mas no próprio seio dela
intensamente amantes loucamente amadas
e espalham pelo chão braços de luz cinzenta
que se introduzem pelo bico nos olhos do homem

Por outro lado a sombra dita a luz
não ilumina realmente os objectos
os objectos vivem às escuras
numa perpétua aurora surrealista
com a qual não podemos contactar
senão como os amantes
de olhos fechados
e lâmpadas nos dedos e na boca
Mário Cesariny

3 comentários:

O Árabe disse...

Luz e sombra existem, sim... e alternam-se em nós. ;) Boa semana!

mfc disse...

A sombra e a luz são as duas faces de uma mesma moeda. Não existem uma sem a outra... não se perdem, antes se encontram.
Quem é quem? Não importa. Estão ligadas.

lifeontheviewfinder disse...

Bela foto. Gosto do grafismo que encontraste, o P&B está no ponto.