terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Sente-me

Póvoa de Varzim, 2009 Adelina Silva


Este livro.
Passa um dedo pela página.
Sente o papel como se sentisses a pele do meu corpo, o meu rosto.

Este livro tem palavras.
Esquece as palavras por momentos.
O que temos para dizer não pode ser dito.
Sente o peso deste livro.
O peso da minha mão sobre a tua.
Damos as mãos quando seguras este livro.

Não me perguntes quem sou.
Não me perguntes nada.
Eu não sei responder a todas as perguntas do mundo.

Pousa os lábios sobre a página.
Pousa os lábios sobre o papel.
Devagar. Muito devagar. Vamos beijar-nos.
José Luís Peixoto

1 comentário:

joão disse...

Olá!
"Não me perguntes quem sou.
Não me perguntes nada.
Eu não sei responder a todas as perguntas do mundo."
vamos descobrir
Ando há tanto tempo para ler um livro de José Luis Peixoto, uma alma sensível.
beijinho